Transferências de Verão no Brasileirão 2024: Contratações e Dados Curiosos
43 12:49, 28 março 2024 13:16, 28 março 2024 Tipsta

Transferências de Verão no Brasileirão 2024: Contratações e Dados Curiosos

Gastos milionários e nomes de peso prometem ferver o Brasileirão deste ano.

O mercado da bola iniciou o ano de 2024 fervendo com mudanças estratégicas solicitadas pelos clubes, pois as equipes clamavam por períodos de transferência similares aos do futebol europeu. Portanto, a CBF acatou o pedido e a janela de transferências para 2024 passou de 11 de janeiro a 20 de abril, para 11 de janeiro a 7 de março (primeiro período), e de 3 de julho a 2 de agosto, para 10 de julho a 2 de setembro (segundo período). 

A principal razão pela qual a mudança foi proposta, é referente às datas da segunda janela de transferência, visto que a mesma finalizava antes da europeia, o que ocasionava a possibilidade dos clubes brasileiros ficarem sem jogadores importantes e ao mesmo tempo, também sem a oportunidade de fazer novas contratações. Assim, com esta adaptação nas datas dos períodos, com uma primeira janela mais curta e uma segunda mais longa, espera-se que os times possam ter mais opções na hora de construir suas equipes. 

💰Recorde de gastos 

A primeira janela de transferência de 2024 também alcançou um recorde de gastos, com um investimento de mais de R$1 bilhão de reais feito pelos clubes da Série A, sendo o time rubro-negro o maior investidor neste primeiro período, com R$160 milhões de reais investidos. O Botafogo, por sua vez, fez a contratação mais cara da história do futebol brasileiro, desembolsando cerca de R$106,6 milhões de reais pelo jogador Luiz Henrique, ex-Real Betis.  

A aquisição do jogador uruguaio De la Cruz, ex-meia do River Plate,  pelo Flamengo, por nada menos do que o equivalente a R$ 78 milhões, também foi considerada uma das contratações mais importantes da janela de transferências. Outro time que movimentou bastante o mercado da bola foi o Vasco, fechando negócios no total de R$ 120 milhões de reais em contratações, divididos entre nove reforços. Em seguida, vem o atual campeão da Série A, o Palmeiras, com investimentos de mais de R$ 90 milhões de reais em novos jogadores. 

Segue abaixo o ranking de clubes com o maior valor de investimento no primeiro período de transferência do ano, de acordo com o GE:

1. Flamengo – R$ 158 milhões

2. Botafogo – R$ 131,7 milhões

3. Corinthians – R$ 130,3 milhões

4. Vasco – R$ 120,2 milhões

5. Palmeiras – 90,6 milhões

6. Athletico-PR – R$ 76,3 milhões

7. São Paulo – R$ 68,9 milhões

8. Internacional – R$ 54,3 milhões

9. Bahia – R$ 51,5 milhões

10. Atlético-MG – R$ 42 milhões

11. Fortaleza – R$ 36,4 milhões

12. Grêmio – R$ 32,6 milhões

13. Fluminense – R$ 21,3 milhões

14. Cuiabá – R$ 14,2 milhões

15. Cruzeiro – R$ 11,8 milhões

16. Bragantino – R$ 5,3 milhões

17. Vitória – R$ 4,2 milhões

18. Atlético-GO – R$ 4,1 milhões

19. Juventude – R$ 900  mil

20. Criciúma – R$ 500 mil 

No que diz respeito às contratações em geral, os times recém-chegados da Série B, Vitória, Juventude e Atlético-GO, foram os que mais movimentaram o mercado da bola e praticamente construíram um novo elenco para disputar a Série A. Segue abaixo o número de contratações de cada uma das três equipes:

  • Vitória: 20 
  • Juventude: 18
  • Atletico-GO: 18

Já os times que menos estiveram ativos durante esta primeira janela, foram o Flamengo e o Atlético-MG, com apenas 2 e 3 reforços contratados, respectivamente. Porém, é importante ressaltar a qualidade de tais reforços, pois foram nomes de peso:

  • Atlético-MG: Meia Gustavo Scarpa (ex-Nottingham Forest) e o atacante Brahian Palacios (ex-Atlético Nacional de Medellín)
  • Flamengo: Volante De la Cruz (ex-River Plate), lateral-esquerdo Matías Viña (ex-Sassuolo) e o zagueiro Léo Ortiz (ex-Red Bull Bragantino)

✅ Recorde de contratação de jogadores estrangeiros

A cada ano, o número de contratações de jogadores de fora do país, vem crescendo de forma exponencial. Neste ano de 2024, os 20 times da Série A, juntos, somaram 180 contratações na primeira janela de transferências, entre janeiro e março. Dentre essas 180 contratações, 53 jogadores são estrangeiros, uma estatística que vem em crescente, se formos analisar o número de contratações do anos anteriores:

  • 1ª janela de 2022: 41
  • 2ª janela de 2022: 25
  • 1ª janela de 2023: 41
  • 2ª janela de 2023: 40
  • 1ª janela de 2024: 53

Das 20 equipes da Série A, 18 fizeram contratações de jogadores estrangeiros, sendo o Cruzeiro, Criciúma, Atlético-GO e Athletico-PR, os que mais contrataram, cada um com 5 atletas adquiridos. Tal lista de contratações, conta com nomes de peso do futebol sulamericano, como o De La Cruz e Viña contratados pelo Flamengo; Savarino no Botafogo; Juan Sforza, no Vasco; Rodrigo Garro no Corinthians; Terans no Fluminense; Soteldo no Grêmio; e Rafael Borré no Internacional. As duas únicas equipes que não contrataram jogadores de fora foram o Bragantino e o Juventude, provavelmente por razões de baixo orçamento em comparação com os times da elite do futebol brasileiro. 

No que tange a nacionalidade dos jogadores contratados, os argentinos predominam, somando 30,7% de todas as contratações. Dentre os 53 jogadores estrangeiros comprados para a Série A, 17 são argentinos, 10 colombianos e 8 uruguaios. Portanto, apesar de termos uma gama de 10 nacionalidades representadas, a grande maioria das novas contratações são de jogadores da América do Sul, com exceção de 2 jogadores europeus. Veja abaixo a lista de nacionalidades:

- Argentina: 17 contratações

- Colômbia: 10 contratações 

- Uruguai: 8 contratações 

- Paraguai: 5 contratações 

- Equador: 4 contratações 

- Venezuela: 3 contratações 

- Portugal: 2 contratações 

- Chile: 2 contratações 

- Espanha: 1 contratação

- Peru: 1 contratação 

🔥Transferências mais relevantes dos times da Série A (primeiro período)

  • De La Cruz (Flamengo)

Posição: volante

Clube de origem: River Plate

Valor de contratação: R$ 14,5 milhões

  • Borré (Internacional)

Posição: atacante

Clube de origem: Werder Bremen

Valor de contratação: R$ 33,2 milhões

  • Luiz Henrique (Botafogo)

Posição: atacante

Clube de origem: Real Bétis

Valor de contratação: R$ 106,6 milhões

  • Gustavo Scarpa (Atlético-MG)

Posição: meia

Clube de origem: Nottingham Forest

Valor de contratação: R$ 26,8 milhões

  • Rodrigo Garro (Corinthians)

Posição: meia

Clube de origem: Talleres

Valor de contratação: R$ 34 milhões

  • Aníbal Moreno (Palmeiras)

Posição: volante

Clube de origem: Racing

Valor de contratação: R$ 39,3 milhões

  • Everton Ribeiro (Bahia)

Posição: meia

Clube de origem: Flamengo

Valor de contratação: sem custos

  • Léo Ortiz (Flamengo)

Posição: zagueiro

Clube de origem: Red Bull Bragantino

Valor de contratação: R$ 37,6 milhões

  • Renato Augusto (Fluminense)

Posição: meia

Clube de origem: Corinthians 

Valor de contratação: sem custos



  • Pavon (Grêmio)

Posição: atacante

Clube de origem: Atlético-MG 

Valor de contratação: R$ 19,8 milhões

  • Soteldo (Grêmio)

Posição: atacante

Clube de origem: Santos 

Valor de contratação: R$ 24,5 milhões

  • Matías Viña (Flamengo)

Posição: lateral-esquerdo

Clube de origem: Sassuolo

Valor de contratação: R$ 48,1 milhões

  • Mastriani (Athletico-PR)

Posição: Atacante

Clube de origem: América-MG

Valor de contratação: R$ 10 milhões

  • Lucas Alario (Internacional)

Posição: Centroavante

Clube de origem: Frankfurt

Valor de contratação: R$ 2,6 milhões

🏁Considerações finais 

É muito cedo para afirmarmos quais equipes, de fato, irão se beneficiar após os investimentos feitos na primeira janela de transferências da Série A 2024. Cada treinador terá tempo o suficiente para testar diferentes encaixes em suas equipes, visto que a maioria dos clubes fizeram mudanças drásticas em seus elencos, portanto levará um pouco de tempo até que as comissões técnicas possam organizar os times de forma eficiente. De qualquer forma, as expectativas dos torcedores são grandes, principalmente no que diz respeito aos times que mais investiram neste primeiro período, como o Flamengo, Botafogo, Corinthians, Vasco e Palmeiras. A quantidade de nomes de peso em praticamente todos os grandes clubes, e a contratação de jogadores em ascensão, também chamam a atenção e prometem grandes jogadas e muita emoção para todos os aficionados por futebol.