Previsão para o jogo Tigre x Racing 24/05/24
7 20:16, 20 maio 2024 23:41, 20 maio 2024 Tipsta

Previsão para o jogo Tigre x Racing 24/05/24

As dois equipes em busca de sua primeira vitória no campeonato.

No próximo dia 24 de maio, os times do Tigre (mandante) e do Racing (visitante) se enfrentarão no estádio José Dellagiovanna, em partida válida pela terceira rodada da Liga Profissional Argentina.

Essas equipes vêm de um início pouco promissor. O Tigre caiu na primeira rodada diante do Estudiantes por 0-1, enquanto o Racing empatou em 4-4 com o Belgrano, em uma partida onde desperdiçaram uma vantagem de 4-1.

Outros palpites desta semana:

Boca Juniors x Talleres 25/05/24

Argentinos Juniors x River Plate 25/05/24

Independiente x Vélez Sarsfield 26/05/24

⚔️ Confrontos Diretos

Tigre e Racing jogaram entre si um total de 29 vezes em competições oficiais, com resultados bastante equilibrados:

  • 8 gols marcados e 8 vitórias para o Tigre
  • 11 empates
  • 39 gols a favor e 10 vitórias para o Racing.

Nos confrontos mais recentes entre eles, nas últimas 10 vezes em que se enfrentaram em ligas, a paridade também foi notável: 3 vitórias para o Tigre, 2 para o Racing e 5 empates.

🦶 Prováveis Escalações

Tigre: F. T. Zenobio, M. Ortega, G. Nardelli, K. Lomónaco, N. Génez, M. Garay, A. Cardozo, T. Galván, G. Maroni, B. Armoa e L. Contín.

Racing: F. Cambeses, G. Martirena, L. Sigali, N. Colombo, G. Rojas, S. Sosa, J. Nardoni, B. Gallego, A. Urzi, R. Martínez e J. Carbonero.

📋 Análise das Estatísticas (somente Copa da Liga Profissional)

*Como apenas uma rodada da Liga foi disputada, serão considerados os dados da Copa da Liga.

Tigre:

Desempenho pobre: Foram o último lugar do grupo B e, de forma geral, o pior time de todo o torneio. Somaram apenas 5 pontos, com 1 vitória, 2 empates e 11 derrotas. A situação em relação ao rebaixamento é muito complicada, portanto, precisam fazer a melhor atuação possível na liga se quiserem permanecer na elite do futebol argentino.

Muito fracos tanto no ataque quanto na defesa: Tiveram a pior diferença de gols de todo o torneio, com -18. Com apenas 7 gols a favor e 25 contra, ocuparam os postos mais baixos em ambos os parâmetros, refletindo seus pobres desempenhos tanto individuais quanto coletivos. Sua média de gols por jogo foi de 0,5, geraram apenas 0,9 chances claras por partida, das quais desperdiçaram 0,7, realizaram 9 contra-ataques bem-sucedidos e apenas 3,1 chutes a gol. Além disso, provocaram um pênalti a favor (que converteram) e não marcaram nenhum gol de cabeça. Mantiveram uma posse de bola de 50,4% e seu artilheiro foi Ezequiel Forclaz, com apenas 2 gols.

Na defesa, conseguiram manter o gol invicto em duas ocasiões, concederam 1,8 gols por jogo, cometeram 3 erros que resultaram em gol, 4 que terminaram em chutes a gol do adversário e cometeram 2 pênaltis. Além disso, ganharam menos de 50% dos duelos disputados.

Racing:

De mais a menos: Durante grande parte do torneio, estiveram na zona de classificação, mas os últimos resultados não foram favoráveis e a arrancada final do Boca Juniors os deixou fora da fase de eliminação direta. Concluíram no 5º lugar, com 24 pontos fruto de 7 vitórias, 3 empates e 4 derrotas. Ficaram a apenas 1 ponto da zona de classificação.

Excelente ataque e defesa correta: Apesar de não conseguir a classificação para a próxima fase, tiveram a melhor diferença de gols do grupo B (+13), com 24 gols marcados e 11 sofridos. Paradoxalmente, com esses números não passaram do 5º lugar, o que demonstra a instabilidade em muitos jogos. Marcaram 1,7 gols por partida, perderam o único pênalti que tiveram a favor, geraram 1,5 chances claras por jogo, das quais desperdiçaram 1,5. Além disso, completaram 17 contra-ataques, mantiveram uma posse de bola de 56,6% e marcaram apenas 3 gols de fora da área. Sua principal referência no ataque foi Adrián Martínez, com 12 gols, 9 a mais que o segundo: Juan Quintero.

Na defesa, mantiveram o gol invicto em 7 ocasiões, permitiram menos de 1 gol por jogo, não cometeram pênaltis, apenas 1 erro que resultou em gol do adversário e 3 em chutes a gol. Além disso, recuperaram mais de 50 bolas por jogo, 20,1 desarmes, 22,9 cortes e ganharam mais de 51% dos duelos disputados.

Possíveis Apostas Segundo as Estatísticas

Vencedor da partida: Racing. Tem demonstrado um desempenho ofensivo superior, marcando 24 gols em 14 partidas (1,7 gols por jogo) e mantendo uma defesa sólida com apenas 11 gols sofridos (0,8 gols por jogo). Por outro lado, o Tigre marcou 7 gols em 14 partidas (0,5 gols por jogo) e sofreu 25 gols (1,8 gols por jogo).

Mais de 8,5 escanteios: Racing tem uma média de 5,6 escanteios por jogo e Tigre tem uma média de 3,1 escanteios por jogo. Somando essas médias, obtém-se um total de 8,7 escanteios por jogo. Portanto, uma aposta razoável seria que haverá mais de 8,5 escanteios na partida.

✅ Mais de 3,5 cartões amarelos: Tigre tem uma média de 1,9 cartões amarelos por jogo e Racing tem uma média de 2,4 cartões amarelos por jogo. Assim, é muito provável que vejamos um jogo com muito contato físico.